26 janeiro, 2006

Indiferente...

- Que diferença faz se o mar é azul,
do verde das ondas que molham meus pés,
do frio que faz agora no sul,
da dor que incomoda de tanto revés,
- Parei de olhar, desejar, sentir,
tudo passou e voce nada falou,
então me perdi nesse mundo ao redor,
tentando entender por que se calou,
- Meu amor não bastou, se tudo acabou,
virou um retrato na parede do corredor,
apenas estampa a frieza desse amor,
que pensava encontrar em voce, minha flor...

4 Comments:

Blogger Patty said...

Boba é ela de ter sido indiferente.
Lindo sua poesia!

23:21  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Meu anjo das palavras, não se canse de fazer bastar seu amor,um dia ela ousa escutar.
Feliz eu por você estar de volta!
lindo findi,
beijossssssssssssss

00:49  
Anonymous Lidiane said...

Se ela não te ame, ame você o mundo, meu amigo Comcleto.

16:27  
Anonymous Edson Marques said...

Foi a ela que lhe não bastou ser flor, ou foi a ti que lhe não?

Só uma dúvida...

Em todo caso, belo texto!!!

Abraços, flores, estrelas...

12:36  

Postar um comentário

<< Home

online